Inicio          Parceiros            Eventos          oportunidades       Contatos

Desde 2013, conectando saberes….

Geoconexões

AGRUPANDO SABERES

EVENTOS

O X Simpósio Nacional de Geografia da Saúde ocorrerá entre os dias 18 e 21 de outubro de 2021 na cidade de Campina Grande-PB. Se trata de um evento organizado por profissionais preocupados com a relação sociedade-ambiente na perspectiva da geograficação da saúde. Clique no ícone e acesse o site do evento.
A Mostra Regional de Geografia da Saúde é um evento a cada dois anos organizado pelo Grupo de Pesquisas em Geografia para Promoção da Saúde (PRÓ-SAÚDE GEO) sob coordenação da Profa. Dra. Martha Priscila Bezerra Pereira. Clique no logotipo e acesse a página dos anais do evento para conferir as principais publicações.

ESPECIAL CUMBRE VIEJA

outralabareda

O Grupo de Pesquisas GIDs em parceria com o ProsaúdeGeo estão acompanhando a erupção do Cumbre Vieja através de Lives diárias as quais têm o objetivo tirar dúvidas sobre as consequências da erupção do vulcão. As lives estão sendo transmitidas pelo canal do Youtube do GIDs (https://www.youtube.com/c/GIDsUFCG)

Acompanhe as imagens dos terremotos e dos vulcões em atividade

TERRMOTOS SE TORNAM MAIS CONSTANTES EM LA PALMA

Apesar das imagens impactantes das diversas erupções do Cumbre Vieja, a real ameaça está nos sismos cada vez mais próximos da superfície. Os sismos estão ocorrendo em dois núcleos com profundidades de 30km e 10km respectivamente. Os pesquisadores não discartam possibilidade de se tornarem mais intensos. Clique na imagem ao lado e acompanhe em tempo real

A erupção do vulcão Cumbre Vieja no início de setembro tem influenciado a difusão de especulações quanto a uma possível Tsunami provocada por deslocamento de parte da ilha decorrente dos abalos sísmicos associado a fragilidade geológica da Ilha. O Cumbre Vieja é um vulcão ativo localizado na Ilha de La Palma (Espanha) a noroeste da África. As atividades são predominantemente estramboleanas intercalado com erupções efusivas e já comprometeu 437,7 hectares atingindo quase mil residências (05/10/2021). 

Apesar de pouco provável de ocorrer Tsunamis decorrente da erupção do vulcão Cumbre Vieja, segundo parte dos pesquisadores do tema, alguns estudiosos observam que há possibilidades. Entre estes estudiosos destaca-se a pesquisa do geóologo Mauro Gustavo Reese Filho que em 2017 defendeu pesquisa acadêmica (Efeitos na costa brasileira ocasionados pelos processos vulcânicos e de movimentos de massa na Ilha de La Palma – Arquipélago das Canárias) fundamentando esta possibilidade. Confira aqui.

O diretor do Instituto de Paisagismo da Fundação Duques de Soria, Eduardo Martínez de Pisón , previu esta quinta-feira que as erupções do vulcão La Palma serão mais longas do que “gostaríamos”, já que outras se desenvolveram há quase dois meses.

 

O Professor Emérito de Geografia da Universidade Autônoma de Madrid, geógrafo, escritor e montanhista, limitou o impacto do vulcão a dez por cento da superfície de La Palma, mas indicou que está afetando uma área altamente povoada, o que significa um drama.

O bairro La Laguna de La Laguna (Los Llanos de Aridane) segue com expectativa a evolução dos dois fluxos de lava que penetraram ontem em sua área urbana e que, hoje convertidos em um, parecem tomar uma direção que os afastaria daquele. núcleo para ir em direção à montanha.

 

Essa é a opção menos prejudicial para aquele bairro despejado, que nas últimas horas vive a ameaça de desaparecer enterrado sob a lava, como aconteceu há algumas semanas com Todoque.

María José Blanco, chefe do Centro Geofísico das Canárias do Instituto Geográfico Nacional ( IGN ), assegurou na conferência de imprensa esta quinta-feira que, com o actual nível de sismicidade, ainda é provável que ocorram mais sismos, que podem atingir uma magnitude 6.

 

Por seu turno , Miguel Ángel Morcuende , director técnico da Pevolca, lembrou que a área afectada pela lava ascende agora a 825,23 hectares, mais 17,38 do que no dia anterior e a largura entre fluxos continua a ser mantida nos mesmos termos de quarta-feira.

A erupção do vulcão Cumbre Vieja em La Palma tem causado grandes nuvens de dióxido de enxofre para se mudaram através do Norte de África, da Europa e do Atlântico para o Caribe, de acordo com o monitoramento que cientistas do Serviço de Vigilância da Atmosfera de Copérnico é realizado em os efeitos das emissões atuais do vulcão.

 

O monitoramento realizado sobre a evolução da coluna total de dióxido de enxofre (SO2) teve início às 00h00 do dia 19 de outubro e é baseado em observações de satélite das colunas totais de SO2 (este é o número de moléculas de SO2 existentes por unidade de área em uma coluna formada da superfície à camada superior da atmosfera).

– Inscrição para editor colaborador da revista Geoconexões Online. Acessar o formulário aqui

EM CONEXÃO

PARCEIROS

O grupo de Pesquisas Integradas em Desenvolvimento Socioterritorial (GIDs) vem atuando desde 2010 em pesquisas relacionadas ao desenvolvimento socioterritorial em diferentes escalas. Clique no ícone e acesse a página do grupo.


O Grupo de Pesquisas em Geografia para Promoção da Saúde (Pró-Saúde Geo) vem se caracterizando como uma das principais referências em pesquisas e estudos sobre a promoção da saúde. Em 2020 o Pró-saúde Geo estará coordenando a V Mostra de Geografia da Saúde.

 

O Geoconexões está agora coordenando um ambiente AVA Moodle (O moodle geoconexões). Em breve, os grupos que atuam em parceria poderão contar com um espaço para oferta gratuita de curso e oficinas de capacitação. Mantenha-se informado através do e-mail gidsufcg@gmail.com

 

A Revista Geoconexoes online e um espaço para que pesquisadores de diferentes especialidades das Ciências Humanas e Sociais possam compartilhar os resultados de pesquisa. A revista possui três linhas editoriais: produção do espaço, Geografia da Saúde e Ensino. Acesse o site e confira. e-mail admin@gidsufcg.com.br

 

 

CONTATOS